20 de abril de 2024 05:05

freitasnews16

Anúncio De Suspensão Do INSS Nos Fez Cair Da Cadeira E Pega Aposentados De Surpresa

O Ministério da Previdência Social pegou os aposentados de surpresa ao anunciar a suspensão do bloqueio de pagamento aos beneficiários do INSS por falta de prova de vida até o final deste ano. Uma decisão inesperada que trouxe alívio para milhões de pessoas que dependem desses benefícios para sobreviver. Desde 2023, o INSS assumiu a responsabilidade de verificar a vida dos beneficiários, utilizando cruzamento de dados de outras fontes para essa confirmação. No entanto, cerca de 4,3 milhões de beneficiários foram convocados em fevereiro para realizar a prova de vida devido à impossibilidade de confirmação apenas pelos dados disponíveis.Essa convocação resultou em um aumento significativo na procura por atendimento presencial nas agências da Previdência Social. Porém, logo em seguida, o INSS emitiu uma nota esclarecendo que irá realizar busca ativa, dispensando o deslocamento dos aposentados para os bancos ou agências. Além disso, foi concedido um prazo de 60 dias para realizar a prova de vida, mesmo nos casos em que não há comprovação imediata. E o mais importante: nenhum benefício será suspenso até o final de 2024, conforme a portaria do ministério. Uma das mudanças mais significativas é o novo prazo para comprovação de vida, que foi alterado para os dez meses seguintes à última atualização do benefício. Isso significa que o INSS pode aproveitar qualquer movimentação oficial fora da data de aniversário do segurado para realizar a comprovação. Além disso, o INSS inovou ao implementar uma prova de vida automática para cerca de 17 milhões de beneficiários em 2024. Agora, todas as aposentadorias, pensões por morte e benefícios por incapacidade passarão por esse procedimento de forma simplificada e eficiente.

colunafinanceira

Compartilhe: