freitasnews16

Marielly Biff se destaca na sucessão e governança familiar para o agro

Consultora trabalha com a profissionalização de propriedades e ajuda famílias a superarem divergências

Aos 37 anos, Marielly Biff é figura de destaque na promoção da sucessão e governança familiar no setor agrícola. Filha e neta de produtores rurais, ela transformou suas raízes no campo em uma carreira dedicada à profissionalização e progresso dos negócios familiares no Agro.

Levar café com leite para o meu pai no trator quando ele estava plantando ou colhendo é uma memória que sempre me conecta às raízes e à importância do trabalho no campo“, lembra Marielly, que na infância morou na fazenda paranaense de sua família e, em 1996, mudou-se para Diamantino, 3º município líder na produção de soja de Mato Grosso. Formada em Administração com habilitação em Agronegócio, com pós em Gestão Empresarial e MBA em Agronegócios, Marielly durante seus anos gerenciou carteiras rurais em uma cooperativa de crédito. Com a maturidade e conhecimento adquiridos, percebeu que podia contribuir, e muito, para facilitar a vida dos clientes.  Assim, em 2011, Marielly fundar sua própria consultoria. A princípio, ela oferecia serviços administrativos, implementando sistemas de gestão e organizando documentos. Porém, em sua nova rotina de trabalho, notou a presença de conflitos familiares e geracionais, que, muitas vezes, eram a origem dos problemas apresentados pelos assessorados. Então, especializou-se em sucessão, e, hoje, trabalha com a profissionalização de propriedades aliada ao preparo das famílias para lidar com divergências, criando políticas e ferramentas que viabilizam a contribuição de todos para o negócio. Sempre comunicativa, Marielly expandiu suas atividades para ministrar palestras sobre sucessão e governança familiar no agronegócio. Começou com pequenos encontros em barracões de fazendas e alcançou grandes eventos, como a Agrishow e o Show Rural. Hoje, roda o Brasil compartilhando seus casos de sucesso e aprendendo com as conversas informais debaixo do palco. “Quando termino minhas palestras, desço do palco para trocar vivências com a plateia. Minha missão é inspirar mudanças. Se uma pessoa for para casa querendo aplicar algo novo em seu negócio, me sinto realizada, pois isso melhora a realidade dela e, consequentemente, toda a cadeia produtiva”, conta. Por conhecer de perto as adversidades de ser mulher no mercado do agronegócio, em 2019, Marielly se juntou com as colegas Andrea CordeiroRoberta Paffaro e Ticiane Figueirêdo para escrever “Mulheres do Agro”, primeiro livro que retrata histórias inspiradoras de mulheres que fazem a diferença no setor.

Com introdução escrita pelo jornalista e publicitário em Agro José Luiz Tejon, prefácio feito pelo então presidente da ABAG Luiz Cornacchioni e apresentação pelo consultor Francisco Villa, a obra também reforça que, para construir a igualdade de gênero, é importante o apoio dos homens – e não a disputa. Em 2023, Marielly também lançou “Caminhos da sucessão”, que funciona como um guia prático para quem está iniciando o processo de organização e profissionalização do negócio familiar. Tantas demandas exigiram adaptação familiar de Marielly. Casada com o agrônomo Rogerio Maia, 41 anos, ela é mãe de Valentina, 10 anos. Autista, a menina no início teve dificuldades em se acostumar às viagens da mãe. Mas, com o tempo, ambas encontraram o equilíbrio dessa dinâmica.  “No começo, sair de casa era muito doloroso; felizmente, tudo é um processo e, hoje, minha filha entende tudo. Eu sempre transpareço meu amor pelo trabalho e ela sabe que me faz bem;  gosta de me ver realizada e inteira quando chego em casa”, afirma Marielly, feliz por sempre poder contar com o apoio do marido.

caras

Compartilhe: