13 de junho de 2024 11:20

freitasnews16

Tony Ramos se emociona após duas cirurgias cerebrais: “Não tive medo de ir embora”

Tony Ramos ficou emocionado no domingo (26/5) ao comentar suas cirurgias cerebrais em entrevista ao “Fantástico”. O ator passou por dois procedimentos para tratar um hematoma subdural (sangramento intracraniano). “Mesmo com tudo isso, não tive medo de ir embora, não. Este homem é um homem de força”, sustentou ele.Na reportagem, Tony contou que estava sentindo muitas dores de cabeça dias antes do ocorrido. “Eu até achava que estava com algum problema de coluna. Por isso aquela dor. […] Não me lembro de quando a ambulância chegou. Me resgataram e me levaram”, comentou ele, que também não se lembra de ter caído e batido a cabeça. A esposa do ator, Lidiane Barbosa, também descreveu como encontrou o marido pouco antes de levá-lo para o hospital: “O Tony ia filmar com a Lilia Cabral, ele estava com muita dor de cabeça, começou a tomar muitos remédios. Eu pensei que tinha sido excesso de remédios. Eu subi para ver como ele estava, e ele estava largado na cama, eu não conseguia acordá-lo. Ele estava apagado”. Lidiane admitiu ter pensado na possibilidade do marido não sobreviver aos procedimentos. “Foi muito chato, muito triste”, declarou a companheira do veterano com os olhos lacrimejando. “Eu e ela somos um corpo só”, afirmou Tony, que comentou que “não teve medo de ir embora” durante sua internação no Rio.”Tive ideia da corrente de amor e fé que se formou agora. De uma forma muito incisiva.

Por meio das mensagens que chegavam e até da equipe de enfermagem no hospital, para dar um medicamento, tirar uma pressão. Um deles me disse que eu estava no grupo dele de oração. Isso não tem rede social que pague. “Apesar do susto, Tony Ramos disse que não se transformou após o ocorrido, mas garantiu que deseja ser melhor a cada dia. “Não me vejo em nenhum pedestal, eu sou grato à vida, agora, então, mais do que nunca. Eu não me transformarei e não me transformei em uma outra pessoa. Aquela pessoa empata, tolerante, não preconceituosa, a favor de manifestação de cada ser humano, este homem não vai mudar”, reforçou.”Não vou mudar porque tive esse infortúnio, esse grave problema. Sempre imaginei ser um homem justo, um democrata, principalmente um homem que acredita na ciência e no próximo, até que provem o contrário”, completou Ramos. “Obrigado companheiras e companheiros queridos, por tantas manifestações que ainda não pude agradecer. Faço isso agora”.

terra.

Compartilhe: